quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Os Reis-caveira

-Que belo bebezinho,sinto cheiro de carne fresca-Disse Regras a caveira-rei mais velha,acariciando os cabelos do pequeno mamífero-Deveríamos prende-lo e fazer com que ele ande da forma que nos convença mais.


-Ora mais como parece apetitoso,vejo que acabou de sair do forno,nham nham-Disse Ideais a irmã do meio-Vamos fazer com que ele pense e vista da forma que mais nos agradar.


-Ora não sejam tolas-Disse Capital a irmã mais nova-Deveríamos come-lo agora.


-Como es precipitada irmã-Retrucou Regras-Vamos alimenta-lo até que ele esteja bem gordinho e suculento,ai então nós o devoramos.


-Hahaha irmãs-Ideais a do meio,foi quem disse desta vez-Vamos é come-lo aos poucos,assim nunca nos faltará comida.


-Puxa vida,não é uma má ideia-Admitiu Regras-De acordo,mas neste caso...por onde começamos?


-Pelo cérebro-Respondeu Ideais-Não é obvio?


As três irmãs abriram a cabeça do bebe e se empanturraram com o conteúdo desta,comeram-lhe o cérebro e nos dias que seguiram fartaram-se dos restos do pequeno,aos poucos,todos os dias...pedaço por pedaço...até que não sobrou mais nada. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário