quinta-feira, 31 de maio de 2012

Deposito de Sangue-sugas


Paramos de tentar,paramos de entender
A gravidade,do que temos que fazer
Pensar machuca,lutar não é preciso
A sua culpa e falta de juízo
A cada dia,tudo pode ser fatal
A hipocrisia,nosso estado cerebral
O homem pensa,o que só pode pensar
A vida engata,não tem mais como voltar


Preciso me encontrar mas não sei aonde estou
Paredes brancas,istinto suicida
Toalhas novas,cheiro de inseticida


Estou sozinho,vendo o mundo ao meu redor
Palavras soltas,quebrando com o ar

Nenhum comentário:

Postar um comentário